Domingo, 21 de Junho de 2009

Sem os carros e sem a roupa. Assim foi deixado um casal de jovens após ser surpreendido por quatro assaltantes, ontem de madrugada, num local ermo de Paredes. O gangue chegou a efectuar um disparo de intimidação.

As vítimas encontravam-se no interior de um carro, junto à urbanização Quinta da Pena, loteamento em fase final de construção na freguesia de Madalena, Paredes. Um sítio isolado e bastante frequentado por casais até altas horas da madrugada. Ontem, o relógio marcava as 2.50 horas.

"Estávamos a falar e a ouvir música, com os vidros abertos. De repente, apareceram os quatro assaltantes. Um deles, o único que não estava encapuzado, apontou-me a caçadeira à cabeça e disse-nos para sairmos para fora", contou, ao JN, a vítima feminina, de 21 anos, que diz ser "amiga" do outro jovem.

De acordo com a lesada, que pediu para não ser identificada, o indivíduo armado (supostamente com uma caçadeira de canos serrados) ainda "deu um tiro para a frente", como forma de intimidação. "Ele nem precisava de disparar... Já tínhamos medo que chegasse...", desabafou.

Os dois jovens não ofereceram resistência e entregaram todos os bens que possuíam. Dizem que até as peças de roupa o gangue lhes retirou. O rapaz, de 24 anos, ficou completamente nu, enquanto a amiga foi deixada "em cuecas e com uma camisola". "Roubaram-nos os documentos, os telemóveis, o calçado... Tudo, tudo!", acrescentou. Segundo a jovem, o companheiro "foi empurrado para um silvado e levou com um paralelo das costas", mas não necessitou de receber tratamento.

Os assaltantes não perderam tempo e apoderaram-se dos dois carros do casal - um Fiat Punto, do ano de 2004, e um Seat Ibiza, de 2000 - pondo-se de imediato em fuga. Em estado de choque, o casal foi pedir ajuda a uma habitação nas redondezas, sendo depois conduzido para o posto da GNR, onde acabaria por ser interrogado pela Polícia Judiciária.

Ainda visivelmente abalada, a jovem confessou ter receado que o gangue tivesse outras intenções além do duplo "carjacking". "Tivemos medo que eles nos quisessem fazer mal. Foi um pânico", afirmou.

 

Fonte: JN



publicado por dina às 21:22 | link do post | comentar

Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30

31


links
posts recentes

Estatísticas: 'Jovens con...

"Introdução de portagens ...

Oito cêntimos o quilómetr...

Portajar: a palavra que o...

Português a 228 km/hora e...

Benefícios fiscais para a...

Carta de condução só depo...

Comissão de Utentes diz q...

Embrace Life - a diferenç...

Automobilistas holandeses...

arquivos
tags

comportamento português(159)

notícias(82)

acidentes(42)

a minha terra(39)

vídeos(18)

fotos(16)

estacionamentos(14)

homens ao volante(11)

atropelamento(9)

auto-estrada(9)

iniciativas(9)

vci(9)

gasolineiras(8)

operação stop(8)

gasolina(7)

mulheres ao volante(7)

portagens(7)

carjacking(6)

excesso de velocidade(6)

passadeiras(6)

todas as tags

comentários recentes
devia de aver ainda mais
Pois eu concordo quando dizem k isto anda perigoso...
Boas.Esse estacionamento deve-se ao facto de talve...
Acho bem, ou pagam todos ou não paga ninguém
Mas assim pagamos todos para que os que lá passam ...
Não existem passadeiras nas auto-estradas?!
Boas,Já deviam ter visto isto há muito tempo. É pr...
Ver este diverido artigo sobre a condução em Portu...
Basta às vezes repararmos um pouco, para nos aperc...
O preço do combustível


subscrever feeds
A minha licença
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
blogs SAPO
mais sobre mim